Bem-vindo à Rádio AfroLis! Todas as quintas-feiras com novos programas!

O trabalho realizado através do audioblgue Rádio AfroLis deu origem à criação da AFROLIS – ASSOCIAÇÃO CULTURAL, em outubro de 2015!

Contamos contigo para mais momentos de partilha! Contamos contigo como parte da nossa visão de partilha! Contamos com o teu apoio como sócio/a! A ficha de inscrição está aqui AQUI e deixamos também aqui o nosso agradecimento do fundo do coração!

Áudio 144- Dez anos de Rádio na On’Hipiti (Ilha de Moçambique)

A Rádio Comunitária On’Hipiti (RCO), na Ilha de Moçambique, na província de Nampula, região norte de Moçambique, faz esta quinta-feira (16 de fevereiro de 2017) 10 anos. A Rádio Comunitária com a frequência de 103.9 MHZ, transmite num raio de 50 Km, abrange todo o distrito da Ilha de Moçambique, distrito de Mossuril e seus postos administrativos.  A entrevista de hoje é com um dos seus membros fundadores, que ainda hoje, com a colaboração de voluntários, mantém as emissões da RCO, Jona Ali Mussa. Vamos conhecer esta rádio e o trabalho que desenvolve há 10 anos.  

Áudio 143 – Sobre Identidades: Sobre A Descendência Do Rei Gungunhana E Do Rei D. Carlos I

Yara Costa Pereira é moçambicana, realizadora e, de momento, realiza um filme que trata a questão da identidade, a partir da descendência de duas figuras que refletem tempos marcantes da História de Moçambique e de Portugal: o rei Gungunhana e o rei D. Carlos I.
Segundo Yara Costa Pereira, “Os dois [descendentes dos reis] são consequências contemporâneas de um passado colonial comum.” (Ilha de Moçambique)

Documentário de Yara Costa Pereira: Os Desterrados

yara-costa-pereira

 

Continuar lendo

Áudio 142 – Tirso Sitoe Sobre Rap E Política Do Afeto – Maputo

Mais uma semana com uma entrevista a partir de Maputo. Desta vez, o nosso entrevistado é Tirso Sitoe, antropólogo e investigador do centro Kaleidoscopio, que tem feito investigação em áreas relacionadas com políticas públicas e cultura. O centro da sua pesquisa envolve a análise da música e dos fazedores de rap (música de crítica e protesto social) em Maputo/Moçambique.

Áudio 141 – Escreve Eliana, Escreve, Por Eliana Nzualo

“Eu escrevo coisas. Quero ser uma escritora diversificada, trabalhando temas como feminismo, neo-colonialismo e política internacional, na forma de prosa e poesia.” É assim que Eliana Nzualo se apresenta no seu blogue Escreve Eliana, Escreve. Esta semana, falamos sobre inspiração e prática com Eliana a partir de Maputo!

 

Artigos mencionados na entrevista:

Titulo: Para entender o Feminismo em África

“Há um distanciamento ideológico dos africanos face ao Feminismo devido a uma falsa ideia de tradição e um desconhecimento da nossa História pré-colonial.

Sempre fico um pouco triste quando converso com pessoas e percebo o seu desconforto em falar de feminismo ou assumirem-se feministas (…)” Continuar a ler

Titulo: O que diria Lumumba sobre o EURO?

“Lumumba foi um dos fundadores do Movimento Nacional Congolês (MNC). Acreditava veemente na independência total e inalienável do Congo e na capacidade do povo congolês de gerir as suas infraestruturas, pessoas e sobretudo recursos. (…) Hoje, em 2016, assistimos a mais uma edição do Euro: a maior festa de futebol da Europa. Este ano em França como foi também em 1960, na primeira edição. O que é que a História do revolucionário congolês tem a ver com o maior espetáculo de futebol da Europa?” Continuar a ler

Áudio 140 – Festival Musidanças Apresentado Por Firmino Pascoal

Festival Musidanças cumpre, em setembro de 2017, 17 anos. A sua missão  é dar a conhecer músicos de países em que se fala português. A entrevista de hoje é com Firmino Pascoal, músico, produtor e artista plástico de origem angolana e impulsionador do festival.
Atualmente a promoção do Festival Musidanças tem sido feita:
– semanalmente, através do Musidanças – Encontro da Lusofonia;
– mensalmente através do Musidanças – World Sessions

Áudio Extra: Moreira Team – Projeto de Inclusão Social – Campanha Crowdfunding

Elson Moreira – animador sociodesportivo de atividades com crianças e jovens, foi campeão nacional em duas modalidades de Kickboxing e foi considerado “Atleta do ano” em 2010 pela Associação de Kickboxing de Lisboa.

Nascido e criado no Bairro do Alto da Loba, no concelho de Oeiras, é uma figura modelo, respeitada e reconhecida pelos seus pares. Apresentou a proposta ao Centro Comunitário do Alto da Loba (CCAL) para desenvolver um projeto tendo por base o kickboxing. Agora Elson Moreira está a fazer uma campanha de Crowdfunding para angariar fundos para financiar o sonho dos jovens com quem trabalha – a Moreira Team.  Vamos ouvi-lo e apoiar a campanha Moreira Team – Projeto de Inclusão Social!

Áudio 139 – Luaty Beirão lança livro – Sou Eu Mais Livre, Então – na Conferência Activisms in Africa

“Só quem sonha é que transforma. Só quem sonha é que muda o mundo. E nós vamos transformando e mudando o nosso pequeno canto. Pensar global, agir local”, Luaty Beirão.

A Afrolis foi ouvir Luaty Beirão na apresentação  do seu livro na Conferência Internacional Activisms in Africa, no ISCTE-IUL (11 de janeiro, 2017).

“Em Junho de 2015, Luaty Beirão e outros 16 activistas foram detidos em Luanda por estarem a ler uma adaptação do livro «Da Ditadura à Democracia», de Gene Sharp, e por questionarem publicamente a liderança de José Eduardo dos Santos. A história correu mundo, e continuar a ler…

Na Conferência Internacional Activisms in Africa, esta quinta-feira, 12 de janeiro de 2017, Luaty Beirão fará parte da mesa redonda de abertura, juntamente com o ativista nigeriano, Leo Igwe, e Juan Tomás Ávila Laurel, um dos intelectuais guinéu-equatorianos de maior projeção internacional. Ler mais