Áudio 17 – “Há palavras que nasceram para a porrada”

 

Boaventura de Sousa Santos, sociólogo e diretor do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra é o nosso convidado.  “Há palavras que nasceram para a porrada” é um projeto que junta a academia ao rap, ou seja, uma convergência pouco convencional de formas de conhecimento. Chullage (Nuno Santos), Hezbollah (Jakilson Pereira), LBC (Flávio Almada) e Capicua (Ana Fernandes) são os rappers. ou cantautores, do projeto aqui apresentado pelo sociólogo Boaventura de Sousa Santos.

“Há palavras que nasceram para a porrada”, Coimbra, 13 de julho 2014

O concerto aconteceu no âmbito do colóquio internacional “Epistemologias do Sul: Aprendizagens globais Sul-Sul, Sul-Norte e Norte-Sul”, organizado pelo projeto ALICE, e foi integrado no programa das Festas da Cidade de Coimbra, organizado pela Câmara Municipal de Coimbra.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s