Áudio 29 – Plataforma Cafuka ocupa Martim Moniz com arte

Cafuca, significa, no contexto cultural santomense, candeeiro, feito normalmente de vidro, lata ou de uma outra folha metálica, para gerar luz através de petróleo ou óleo da palma e torcida de tecido ou fibras de algodão. Esta é, mais ou menos, a descrição que está no site da plataforma Cafuka. Em São Tomé e Príncipe Cafuca é um candeeiro, aqui em Lisboa Cafuka é uma associação cultural também está a dar luz a um dos locais mais interculturais de Lisboa o Martim Moniz mas com tintas. O meu convidado de hoje é Ismael Sequeira um dos mentores da associação Cafuka.

10696450_885905644766590_7720665393156604714_n

Artistas da Plataforma Cafuka em frente a um dos painéis do Projeto Integração Urb14 no Mercado da Fusão – Martim Moniz (esq. p/ dt: Alex-Keller Fonseca, Ismael Sequeira, Dio Lima, Estanislau Neto)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s