Áudio 141 – Escreve Eliana, Escreve, Por Eliana Nzualo

“Eu escrevo coisas. Quero ser uma escritora diversificada, trabalhando temas como feminismo, neo-colonialismo e política internacional, na forma de prosa e poesia.” É assim que Eliana Nzualo se apresenta no seu blogue Escreve Eliana, Escreve. Esta semana, falamos sobre inspiração e prática com Eliana a partir de Maputo!

 

Artigos mencionados na entrevista:

Titulo: Para entender o Feminismo em África

“Há um distanciamento ideológico dos africanos face ao Feminismo devido a uma falsa ideia de tradição e um desconhecimento da nossa História pré-colonial.

Sempre fico um pouco triste quando converso com pessoas e percebo o seu desconforto em falar de feminismo ou assumirem-se feministas (…)” Continuar a ler

Titulo: O que diria Lumumba sobre o EURO?

“Lumumba foi um dos fundadores do Movimento Nacional Congolês (MNC). Acreditava veemente na independência total e inalienável do Congo e na capacidade do povo congolês de gerir as suas infraestruturas, pessoas e sobretudo recursos. (…) Hoje, em 2016, assistimos a mais uma edição do Euro: a maior festa de futebol da Europa. Este ano em França como foi também em 1960, na primeira edição. O que é que a História do revolucionário congolês tem a ver com o maior espetáculo de futebol da Europa?” Continuar a ler

Anúncios

Áudio 140 – Festival Musidanças Apresentado Por Firmino Pascoal

Festival Musidanças cumpre, em setembro de 2017, 17 anos. A sua missão  é dar a conhecer músicos de países em que se fala português. A entrevista de hoje é com Firmino Pascoal, músico, produtor e artista plástico de origem angolana e impulsionador do festival.
Atualmente a promoção do Festival Musidanças tem sido feita:
– semanalmente, através do Musidanças – Encontro da Lusofonia;
– mensalmente através do Musidanças – World Sessions

Áudio Extra: Moreira Team – Projeto de Inclusão Social – Campanha Crowdfunding

Elson Moreira – animador sociodesportivo de atividades com crianças e jovens, foi campeão nacional em duas modalidades de Kickboxing e foi considerado “Atleta do ano” em 2010 pela Associação de Kickboxing de Lisboa.

Nascido e criado no Bairro do Alto da Loba, no concelho de Oeiras, é uma figura modelo, respeitada e reconhecida pelos seus pares. Apresentou a proposta ao Centro Comunitário do Alto da Loba (CCAL) para desenvolver um projeto tendo por base o kickboxing. Agora Elson Moreira está a fazer uma campanha de Crowdfunding para angariar fundos para financiar o sonho dos jovens com quem trabalha – a Moreira Team.  Vamos ouvi-lo e apoiar a campanha Moreira Team – Projeto de Inclusão Social!

Áudio 139 – Luaty Beirão lança livro – Sou Eu Mais Livre, Então – na Conferência Activisms in Africa

“Só quem sonha é que transforma. Só quem sonha é que muda o mundo. E nós vamos transformando e mudando o nosso pequeno canto. Pensar global, agir local”, Luaty Beirão.

A Afrolis foi ouvir Luaty Beirão na apresentação  do seu livro na Conferência Internacional Activisms in Africa, no ISCTE-IUL (11 de janeiro, 2017).

“Em Junho de 2015, Luaty Beirão e outros 16 activistas foram detidos em Luanda por estarem a ler uma adaptação do livro «Da Ditadura à Democracia», de Gene Sharp, e por questionarem publicamente a liderança de José Eduardo dos Santos. A história correu mundo, e continuar a ler…

Na Conferência Internacional Activisms in Africa, esta quinta-feira, 12 de janeiro de 2017, Luaty Beirão fará parte da mesa redonda de abertura, juntamente com o ativista nigeriano, Leo Igwe, e Juan Tomás Ávila Laurel, um dos intelectuais guinéu-equatorianos de maior projeção internacional. Ler mais

Conferência Internacional “Activismos em África” – ISCTE-IUL – 11 a 13 janeiro 2017

activismusO Centro de Estudos Internacionais (CEI-IUL) do ISCTE acolhe, nos próximos dias 11 a 13 de janeiro, a Conferência Internacional Ativismos em África. Evento inédito em Portugal, trata-se da primeira reunião de investigadores e ativistas dedicada ao debate sobre os movimentos sociais no continente africano.

A Conferência será iniciada no dia 11 de janeiro com o Fórum de Ativistas, no qual estarão presentes organizações e movimentos ativistas de Portugal e Angola, como a Plataforma de Afrodescentes em Portugal, o SOS Racismo e a Femafro, entre outras.

A mesa de abertura contará com as intervenções de Leo Igwe (ativista nigeriano pela liberdade religiosa), Juan Tomás Ávila (escritor e ativista da Guiné Equatorial pró-democracia) e Luaty Beirão (rapper e ativista angolano). O encerramento terá a presença dos investigadores Pedro Neto (CEI-ISCTE IUL) e Nancy Dantas (Universidade do Cabo – África do Sul) e do ativista angolano José Marcos Mavungo.

Durante a conferência decorrerá uma Feira do Livro, com o lançamento de: “My way from Congo to Europe: between resistance, flight and exile” de Emmanuel Mbolela; “Sou Eu Mais Livre, Então. Diário de um preso político angolano” de Luaty Beirão e “A Sociedade Civil e o Estado na Guiné-Bissau: dinâmicas, desafios e perspectivas” de Miguel de Barros. Haverá ainda uma mostra de documentários.

A programação completa e outras informações estão disponíveis no site da Conferência: http://cei.iscte-iul.pt/activismsinafrica/pt/

Para mais informações, por favor contactar:

Magda Bialoborska, magdabi@gmail.com

Mojana Vargas mojanavargas@gmail.com

Entrevista com Mojana Vargas publicada pela Afrolis a 10 de agosto de 2016: Áudio 119 – Ativismos em África com Mojana Vargas

 

 

Áudio 138 – Aqu’Alva Stória – Festival, contado por Adriano Reis

A Associação de Dinamização Ambiental, Social e Cultural de Portugal (RJ ANIMA) promove o Aqu’Alva Stória – Festival, que arranca oficialmente no dia 10 de janeiro, mas decorre de 1 a 8 de abril de 2017. Anualmente o festival dedica-se à descoberta da narração oral de um dos países de comunidades em que se fala o português. Nesta segunda edição do festival o país convidado é Timor. Adriano Reis, contador de histórias, ator e dinamizador cultural cabo-verdiano, conta-nos mais sobre esta iniciativa da qual é  impulsionador, através da RJ ANIMA.