Áudio 168 – ONU Precisa De Agência Para Afrodescendentes

“Eu defendo a criação de uma Agência das Nações Unidas para os Afrodescendentes.” (Luzia Moniz)

Entrevista com Luzia Moniz, presidente da PADEMA (Plataforma para o Desenvolvimento da Mulher Africana) que participou da Reunião Regional da ONU onde se discutiu a Década Internacional dos Afrodescendentes da ONU, nos dias 23 e 24 de novembro de 2017, em Genebra.

Anúncios

Um comentário sobre “Áudio 168 – ONU Precisa De Agência Para Afrodescendentes

  1. Há concelhos lisboetas – Amadora, Sintra e Loures – com uma grande presença afrodescendente. No entanto, nas suas câmaras municipais, eles não estão presentes como presidentes, vereadores, etc. Isso é estranho e é sintomático de alguma coisa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s