Livro Djidiu – A Herança do Ouvido, por Joacine Katar Moreira

“Não há revolução sem amor, sem cultura e sem sonhos. Não há revolução sem ódio, sem separações e sem unidade.

Carlos Graça, Carla Lima, Carla Fernandes, Luzia Gomes, Apolo de Carvalho (Esq. p/ dir.)

O Djidiu escolheu o amor para expressar os mais diversos sentimentos que habitam os afrodescendentes portugueses: sobre a educação, a cultura, representatividade, as liberdades, a família, as violências, opressões e exclusões que marcam as suas vidas. A sociedade portuguesa recusa ser racista, mas como pode não ser racista se apenas considera portugueses os brancos que a habitam? Perguntam-nos sempre de onde somos. Nós vivemos aqui, nós crescemos aqui, nós trabalhamos aqui, contribuímos aqui, construímos aqui, nascemos aqui e morremos aqui. Mas não somos daqui. Por outro lado e falando agora para os activistas de que sou parte, este livro para mim simboliza a diversidade. Não é um livro que fala a uma só voz. Cada autor verbaliza a sua própria história, as suas experiências individuais, na sua própria voz e olhar sobre a história e o presente, mesmo que muito do que é relatado nos seja familiar ou nos toque profundamente.

Joacine Katar Moreira, Carla Fernandes, Anabela Rodrigues, Cristina Roldão (esq. p/ dir.)

 

É esta diversidade que o activismo negro em Portugal tem de aceitar. Esta pluralidade de vozes e de lugares de fala entre nós. Porque a verdadeira unidade, não é a que acontece entre partes iguais, mas sim entre alas diferentes de pensamento e de acção. Quando dois pensamentos iguais se encontram elas se fundem. Quando dois pensamentos diferentes dialogam, eles continuam sendo dois e continuam dialogando, ocupando mais espaço de intervenção. Temos de controlar a vontade da fala única e a necessidade de convergência sempre, porque a nossa força está na pluralidade das nossas vozes. É preciso aceitar as diferenças e nunca, jamais encerrar as fileiras. Esta obra vem provar-nos que é este o caminho.”

Joacine Katar Moreira sobre o livro Djidiu – A Herança do Ouvido, no dia 23 de janeiro de 2018, na apresentação da obra, no Museu do Aljube.

Onde comprar o livro:
Livraria Ler Devagar (LXFactory)
Livraria Ferin (Chiado)
Livraria Tigre de Papel (Arroios)
Livraria Distopia (Sao Bento)
Livraria Pó dos Livros (Saldanha)

Anúncios

Um comentário sobre “Livro Djidiu – A Herança do Ouvido, por Joacine Katar Moreira

  1. Não vivo em Lisboa mas gostava muito de comprar este livro. Li no Público, há dias, que poderia ser comprado via net – podem dizer-me como? Estarei disponível para receber uma resposta por e-mail a partir de 4ª feira. Agradeço desde já

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s