Áudio 175 – Judoca negro, Célio Dias, assume-se homossexual

“Somos super-heróis. (…) É um estigma. O negro não pode ser doente mental. O negro não pode ser gay. O negro não pode ser transexual. Existe uma parte da comunidade que tem este pensamento que não possibilita a nossa expressão enquanto indivíduos.” Célio Dias é judoca e foi atleta olímpico. Homem negro, assume-se como homossexual e sofre de uma doença mental, a síndrome esquizo compulsiva. Tentou o suicídio por duas vezes mas agora procura partilhar a sua história para inspirar outros a contarem narrativas diferentes.

Mais sobre Célio Dias: Entrevista Record

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s