Áudio 17 – “Há palavras que nasceram para a porrada”

 

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/162082296″ params=”auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false&visual=true” width=”100%” height=”300″ iframe=”true” /]

Boaventura de Sousa Santos, sociólogo e diretor do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra é o nosso convidado.  “Há palavras que nasceram para a porrada” é um projeto que junta a academia ao rap, ou seja, uma convergência pouco convencional de formas de conhecimento. Chullage (Nuno Santos), Hezbollah (Jakilson Pereira), LBC (Flávio Almada) e Capicua (Ana Fernandes) são os rappers. ou cantautores, do projeto aqui apresentado pelo sociólogo Boaventura de Sousa Santos.

“Há palavras que nasceram para a porrada”, Coimbra, 13 de julho 2014

O concerto aconteceu no âmbito do colóquio internacional “Epistemologias do Sul: Aprendizagens globais Sul-Sul, Sul-Norte e Norte-Sul”, organizado pelo projeto ALICE, e foi integrado no programa das Festas da Cidade de Coimbra, organizado pela Câmara Municipal de Coimbra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *