Áudio 20 – Estórias da história do corpo negro

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/165064140″ params=”auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false&visual=true” width=”100%” height=”300″ iframe=”true” /]

Hoje vamos discutir a frase: “Precisa-se dar corpo ao que é do corpo, que é a essência do humano, e esta essência encontra-se nas trocas.” O convidado da AfroLis é Jonas de Lima Sales, professor do Departamento de Artes e Ciências da Universidade de Brasília, que está em Lisboa a fazer um doutoramento na área das artes contemporâneas. A sua especialidade: danças tradicionais e a busca de uma africanidade no movimento do corpo.

 

0 comentário em “Áudio 20 – Estórias da história do corpo negro”

  1. Sou negro. Penso mesmo no meu país Moçambique, nao se tem coragem de abordar as questoes raciais embra existam. Ex: emprego: determinados lugares sobretudo em agencias bancarias (postos de direccao) sao no minimo conseguidos por mestiço com predominancia para raça branca. Politica écoisa para pretos. Trabalhos de força tambem é exclusivamente para ppretos. Azona baixa da cidade tendencialmente habitada por brancos (provavelmente porque podem pagar mais). Suburbio e periferia (autoconstrucao) para pretos. Ressalve se algumas excepcoes para colorir.
    Na RTP é possivel haver um apresentador negro puro?
    Dessculpem me. Nao sou racista. Pretendo que se comece a tomar a serio este assunto apenas.
    Higino Rodrigues
    Arquitecto e Planificador Fisico

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *