Áudio 83 – Concerto Liberdade Já!

Esta quarta-feira, 11 de novembro, dia em que muitos celebraram os 40 anos da independência de Angola, em Lisboa, no Jardim de Campolide, mais de 30 artistas subiram a um palco, num concerto gratuito, para lembrar que ainda se tem de lutar pela Justiça e a Liberdade de todos os presos políticos em Angola. Eu estive lá com a Ana Yekenha Ernesto que escreveu uma reportagem para ser publicada no audiblogue Rádio AfroLis assim como no facebook. E eu deixo-vos com alguns dos momentos musicais do concerto com Sara Tavares, NBC, Dino d Santiago, Karyna Gomes, Selma Uamusse, Batida entre muitos outros.

“Deteriora-se o estado de saúde de vários activistas detidos no caso conhecido como 15+2, relativo aos 15 ativistas detidos desde 20 de Junho e acusados de actos preparatórios de tentativa de golpe de Estado e atentado contra o Presidente José Eduardo dos Santos, tal como as ativistas Rosa Conde e Laurinda Gouveia, que aguardam em liberdade o julgamento agendado para começar dia 16 de Novembro.” Ler mais (Artigo da RFI)

 

Anúncios

Áudio 68 – Solidariedade para com ativistas angolanos presos

Hoje não vamos ter uma entrevista como é habitual, vamos antes fazer fotografias sonoras do que foi a concentração pela libertação dos presos políticos em Angola. Desde o dia 20 de junho foram colocados em prisão preventiva, 15 jovens ativistas, suspeitos de estarem a preparar em Luanda um atentado contra o Presidente e outros membros dos órgãos de soberania. Na ocasião, a informação foi dada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) de Angola à agência noticiosa Lusa. Esta quarta-feira, dia 29 de julho, a solidariedade para com os ativistas angolanos fez-se notar também em Lisboa com uma concentração no Largo de S. domingos no Rossio. Testemunhos de Aline Frazão, José Eduardo Agualusa, Kiluanji Kia Henda, Selma Uamusse​, entre outros cidadãos solidários.

Outros artigos:

Manifestantes afastados do Largo da Independência

Manifestação em Lisboa decorreu em clima tranquilo

Activistas agendam protesto em Luanda contra “perseguição política” em Angola

Pela libertação dos presos políticos em Angola