Áudio 164 – Terapia Capilar Com Marilene Gonçalves

Marilene Gonçalves vive no Rio de Janeiro, Brasil, e tem como lema: cuidar do cabelo com o tempo coração, carinho e consciência. Desde que assumiu o seu cabelo como uma extensão do seu sistema nervoso, Marilene fala de terapia capilar, o trabalho que exerce através do projeto Consciência Dreads.

 

Anúncios

Áudio 157 – Sobre Violência e Género na Literatura

Francy Silva é doutoranda em literaturas de língua portuguesa na PUC Minas e investigadora visitante na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e fala sobre a sua área de estudo, que se foca em retratos de género e violência, nas  literaturas africanas e afro-brasileira,  feitos por mulheres negras.

Poema lido no final do programa intitula-se “Vozes-mulheres” e é da autoria de Conceição Evaristo.

Poemas da autoria de Francy Silva podem ser encontrados no site Alma Preta.

Livro Recomendado: Literaturas africanas – Narrativas, Identidades, Diásporas  (obra organizada e prefaciada por Francy Silva)

Ouçam também: Áudio 66 – Lília Momplé E Contos Sobre Colonialismo

Áudio 103 – Teatro do Oprimido explicado por Bárbara Santos

Bárbara Santos trabalhou duas décadas com Augusto Boal, como coordenadora geral do Centro do Teatro do Oprimido, no Brasil, no desenvolvimento do Teatro e da Estética do Oprimido. Desde 2009, vive em Berlim, na Alemanha, onde é diretora artística do KURINGA – um espaço para o Teatro do Oprimido. De momento encontra-se em Lisboa para o Festival CRE ARTE – Encontro Internacional de Teatro do Oprimido, a decorrer de 29 de Marco a 3 de Abril de 2016.

20160330-_F0A2977 Durante o evento, Bárbara Santos apresenta também o seu livro Teatro do Oprimido, Raízes e Asas: uma teoria da práxis. Vamos conhece-la melhor!

Mais infos

 

Áudio 52 – África Positiva na produção cinematográfica da brasileira Cine Group

“Uma coisa interessante que descobrimos, é que nem o próprio continente conhece o continente. O Congo conhece pouco Moçambique. Moçambique conhece pouco a Nigéria. A Nigéria conhece pouco a África do Sul e assim por diante.” (Monica Monteiro)

Hoje temos uma convidada afro-brasileira por convicção. Monica Monteiro, diretora da produtora de cinema brasileira Cine Group. A Cine Group, é uma das maiores produtoras independentes da televisão brasileira e atua no mercado desde 1997 no Brasil e no exterior.  Trabalha com diversas temáticas e atualmente tem produzido vários documentários de séries com conteúdos africanos. Monica Monteiro  encontra-se em Lisboa por ocasião do Festin – Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa para promover o trabalho da produtora Cine Group. O Festin começou as exibições no cinema S. Jorge a 8 de Abril e continuará até 15 de Abril.

Áudio 50 – “Racistas são os outros”, reflexão apresentada por Fernando Conceição

“Racistas são os outros” é o mote de um ciclo de debates mensais que estão a ser realizados na Universidade Nova de Lisboa desde Novembro de 2014 com continuidade até Julho de 2015. Fernando Conceição,  professor na Universidade Federal da Bahia, no Brasil, fala sobre as temáticas que estão a ser debatidas neste ciclo, que cria uma ponte entre o Brasil e Portugal nas questões relacionadas com o racismo.

Áudio 20 – Estórias da história do corpo negro

Hoje vamos discutir a frase: “Precisa-se dar corpo ao que é do corpo, que é a essência do humano, e esta essência encontra-se nas trocas.” O convidado da AfroLis é Jonas de Lima Sales, professor do Departamento de Artes e Ciências da Universidade de Brasília, que está em Lisboa a fazer um doutoramento na área das artes contemporâneas. A sua especialidade: danças tradicionais e a busca de uma africanidade no movimento do corpo.