Áudio 17 – “Há palavras que nasceram para a porrada”

 

Boaventura de Sousa Santos, sociólogo e diretor do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra é o nosso convidado.  “Há palavras que nasceram para a porrada” é um projeto que junta a academia ao rap, ou seja, uma convergência pouco convencional de formas de conhecimento. Chullage (Nuno Santos), Hezbollah (Jakilson Pereira), LBC (Flávio Almada) e Capicua (Ana Fernandes) são os rappers. ou cantautores, do projeto aqui apresentado pelo sociólogo Boaventura de Sousa Santos.

“Há palavras que nasceram para a porrada”, Coimbra, 13 de julho 2014

O concerto aconteceu no âmbito do colóquio internacional “Epistemologias do Sul: Aprendizagens globais Sul-Sul, Sul-Norte e Norte-Sul”, organizado pelo projeto ALICE, e foi integrado no programa das Festas da Cidade de Coimbra, organizado pela Câmara Municipal de Coimbra.