Colonialismo

Ghorwane no Rotas & Rituais, apresentado por Roberto Chitsondzo

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/207705353″ params=”auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false&visual=true” width=”100%” height=”300″ iframe=”true” /] Fundado em 1983, o sucesso do grupo moçambicano Ghorwane deve-se, em parte, à sonoridade enérgica e alegre que mistura diferentes ritmos moçambicanos e que contrastava com o ambiente em que o país vivia na época.   Mais infos

Manuel Roberto sobre exposição “Filhos Do Vento”

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/206678152″ params=”auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false&visual=true” width=”100%” height=”300″ iframe=”true” /] Manuel Roberto é de origem moçambicana e é fotojornalista do jornal Público. No Rotas & Rituais, apresenta a exposição “Filhos do Vento” (22-29 de maio 2015). As imagens são da sua autoria e fazem parte de duas reportagens inéditas divulgadas pelo jornal Público, de autoria de Catarina Gomes, …

Manuel Roberto sobre exposição “Filhos Do Vento” Leia mais »

Áudio 38 – Kalaf, O Angolano que comprou Lisboa…

Começamos o ano com uma conversa com Kalaf Epalanga que fala, entre outros assuntos, sobre o seu último livro O angolano que comprou Lisboa (por metade do preço). “Eu não quero, de todo, construir uma cultura unilateral. Pelo contrário, quero fazer parte de uma cultura plural, onde o ser negro tem várias nuances, várias formas …

Áudio 38 – Kalaf, O Angolano que comprou Lisboa… Leia mais »