Moçambique

Áudio 72 – Mikas cria novas formas de saborear a noite lisboeta

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/221070319″ params=”auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false&visual=true” width=”100%” height=”300″ iframe=”true” /] “Eu gosto do lado da aventura, porque estimula essa necessidade de fazeres diferente, de marcares a diferença! (…)” Mikas é um nome simples, a sua forma de estar é igualmente simples. Mas o que estará por detrás do Mikas empreendedor? Hoje vamos conversar com um moçambicano empreendedor que …

Áudio 72 – Mikas cria novas formas de saborear a noite lisboeta Leia mais »

Áudio 65 – Nzualo Na Khumalo: Ensaios Fotográficos Em Maputo

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/213704193″ params=”auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false&visual=true” width=”100%” height=”300″ iframe=”true” /] Hoje o programa é feito pensando na nossa nova rubrica PékáPéLá, onde retratamos experiências em viagens ao continente mãe, África. Desta vez a viagem leva-nos a Moçambique, Maputo, onde conversei com Eliana Nzualo. Eliana é uma das fundadoras do blogue Nzualo Na’ Khumalo, onde ensaios fotográficos servem de …

Áudio 65 – Nzualo Na Khumalo: Ensaios Fotográficos Em Maputo Leia mais »

PéKáPéLá: ALTO-MAÉ QUE MORA EM MIM

  Por Hirondina Joshua (Moçambique/Maputo) O bairro onde moro foi atropelado pelo tempo que forçosamente nega-se a empacotar outros destinos. Chama-se “Alto”…Quando a chuva que lhe corre é fria não nas suas temperaturas, escorregadia como a brisa que se ventea nos buracos felizes destas ruas serpenteadas em areias ao invés de betão. Chama-se “Alto”…Este habitat …

PéKáPéLá: ALTO-MAÉ QUE MORA EM MIM Leia mais »

Nós Nos Livros: “Sangue Negro” de Noémia de Souza

Eu acho importante ler este livro porque… por Hirondina Joshua Um livro que me fez viajar sem sair do sítio foi: ” Sangue Negro ” de Noémia de Sousa, poeta moçambicana. É um livro de poemas ou atrevo-me: é um livro de poesia. Que assenta na realidade diária, tem uma forte expressão coloquial. Poesia de combate …

Nós Nos Livros: “Sangue Negro” de Noémia de Souza Leia mais »

Ghorwane no Rotas & Rituais, apresentado por Roberto Chitsondzo

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/207705353″ params=”auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false&visual=true” width=”100%” height=”300″ iframe=”true” /] Fundado em 1983, o sucesso do grupo moçambicano Ghorwane deve-se, em parte, à sonoridade enérgica e alegre que mistura diferentes ritmos moçambicanos e que contrastava com o ambiente em que o país vivia na época.   Mais infos

Entrevista com Realizadora Ike Bertels sobre o filme “Guerrilla Grannies

**Áudio em inglês [soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/207112159″ params=”auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false&visual=true” width=”100%” height=”300″ iframe=”true” /] Rádio AfroLis (RA): Obrigada Ike por falar com a AfroLis sobre o filme que trouxe [ao Festival Rotas e Rituais], ”Guerrilla Grannies”. Pode falar-me um pouco sobre o filme, do que trata o filme? Ike Bertels (IB): É a história de três mulheres da guerrilha …

Entrevista com Realizadora Ike Bertels sobre o filme “Guerrilla Grannies Leia mais »

Manuel Roberto sobre exposição “Filhos Do Vento”

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/206678152″ params=”auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false&visual=true” width=”100%” height=”300″ iframe=”true” /] Manuel Roberto é de origem moçambicana e é fotojornalista do jornal Público. No Rotas & Rituais, apresenta a exposição “Filhos do Vento” (22-29 de maio 2015). As imagens são da sua autoria e fazem parte de duas reportagens inéditas divulgadas pelo jornal Público, de autoria de Catarina Gomes, …

Manuel Roberto sobre exposição “Filhos Do Vento” Leia mais »

Especial Rotas & Rituais 2015

O Rotas & Rituais 2015 convida-nos a refletir sobre o significado das independências dos nossos países, subjugados ao domínio português: Angola, Guiné-Bissau, Cabo Verde, Moçambique e São Tomé  e Princípe. Passaram-se 40 anos mas estas independências ainda não são plenas e as lutas para as alcançar ganham novas formas. É este percurso que vai ser …

Especial Rotas & Rituais 2015 Leia mais »

Áudio 58 – Rotas e Rituais: 40 anos de independências africanas cá e lá

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/206509590″ params=”auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false&visual=true” width=”100%” height=”300″ iframe=”true” /] Paula Nunes é a programadora do Festival Rotas e Rituais que decorre entre 22 e 29 de maio. As questões que levanta trazem uma reflexão sobre o que representa o colonialismo hoje e problematizam a construção de um futuro comum a partir desse passado. “Labanta braço, grita bô …

Áudio 58 – Rotas e Rituais: 40 anos de independências africanas cá e lá Leia mais »

Áudio 40 – “Xindiru”, girando com a música de André Cabaço

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/186060552″ params=”auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false&visual=true” width=”100%” height=”300″ iframe=”true” /] O nosso convidado de hoje é André Cabaço, músico moçambicano, nascido em Maputo. André Cabaço veio para Portugal nos anos 80 e lança uma campanha de crowdfunding para financiar o seu álbum a solo “Xindiru” – um “albúm de fusão entre Moçambique e a Europa”.André Cabaço já participou …

Áudio 40 – “Xindiru”, girando com a música de André Cabaço Leia mais »